Julgamento é Desejo

Olhando internamente, investigando os processos internos percebi que todo julgamento esconde um desejo…
O julgamento divide e qualifica as pessoas e atitudes, espiritualmente acredito que tudo tem um uma função e nada acontece por acaso e que devemos ser uma versão melhor de nós mesmos para transformar o mundo num lugar melhor sempre! Vivemos muito identificados com as dualidades, certo-errado, luz-sombra, bom-ruim, construímos um repertório de crenças e olhamos o mundo através delas. Acredito que alguns repertórios são importantes para construir uma identidade e valores, o problema é quando consideramos só nossa perspectiva.
O julgamento geralmente nos leva a rotular alguém ou alguma atitude com base nosso repertório de crenças. Nós mulheres temos uma força infinita de criatividade e cuidado e capacidade de construção, ativar essa rede é se conectar com outras mulheres com menos defesas, menos comparações, menos julgamento.
Se você é uma mulher que gosta de sair sempre muito bem arrumada, quantas vezes olhou uma mulher menos arrumada e julgou: “Como ela consegue sair assim..”
Se você é uma mulher que não gosta de se arrumar ou maquiar, quantas vezes olhou uma mulher muito arrumada e maquiada e pensou: “Nossa quanta produção, pra que tudo isso…”
Exemplo de imagem
Usei dois exemplos bem corriqueiros mas eu te convido a perceber durante um dia observar quantos julgamentos vc faz. E isso foi aprendido muito cedo sendo julgadas, não recebendo o reconhecimentos e afetos que desejamos e a cura é não reproduzir esse comportamento, porém para não reproduzir é preciso muita reflexão e autoconhecimento. Questionamento e autocuidado. E não julgamento…
Durante meu processo percebo qu cada julgamento pode revelar um desejo, essa prática tem me ajudado muito a refletir sobre o que ou quem estou julgando. Não idealizo um lugar aonde não julgarei mais ninguém o Como e pq é que podem mudar.
Percebi que ao julgar uma mulher muito arrumada talvez eu desejasse estar um pouco mais arrumada naquele dia, percebi que julgar a desarrumada era porque queria que percebessem que naquele dia eu investi um tempo me arrumando e talvez quisesse um elogio. Sempre tem relação com a gente, não necessariamente com o que o outro está fazendo. O julgamento pode te dar um pista de um desejo escondido e dentro da possibilidades do universo, se algo te chamou a atenção observe o que isto tem em relação a você! Saindo do julgamento de que julgar é ruim... o julgamento se torna também um lugar pra se conhecer melhor.
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
SEJA MAIS UMA HABITANTE DO PLANETA EVA, E COMECE SUA TRANSFORMAÇÃO AGORA!